Festa, sentidos e muito conhecimento!


Era 27 de outubro, e eu estava animadíssima para a festa. Apesar de preferir as festas nas casas, eu adorei fazer tanto a SEX, ROCK & BANG como a HALLOWEEN no Motel. Vamos combinar: aquela suíte é uma delícia (tirando o som que nos deixou na mão, e o Ed teve que ir correndo em casa pegar nossa caixa de som)! Legal mesmo foram os strippers pedindo pra aumentar o som e eu gritando abaixada, com a "buzanfa" de fora pra cara dos garçons: - Não aumentaaaaaa maisssss! Dança logo meooOOOO! :D (Preciso apagar isso da memória) Faz parte! rs

Eu coloquei no título "Festa, sentidos e muito conhecimento" pois é exatamente sobre sentidos que eu quero falar.

Antes eu quero agradecer a Revista Marie Claire pela entrevista que fizeram comigo que estará nas bancas agora no começo de novembro. Espero que gostem como eu gostei. Eles falam inclusive da Voluptas de uma forma muito carinhosa. Fiquei muito feliz pela impressão positiva que eles tiveram da nossa sociedade e por terem respeitado meu desejo de não colocar meu rosto na revista. O texto não foi escrito por mim. Eu apenas respondi as diversas perguntas e eles então transcreveram. Parabéns a repórter Helena Bertho por ter escrito como se fosse eu falando. Ela respeitou cada detalhe do que eu contei. Vou deixar o link aqui

Mas calma, eu falo como foi a festa também!

Uma delícia!!! Faz tempo que eu não via tanta gente livre se descobrindo. Incrível a quantidade de iniciantes que decidiram dar o primeiro passo nessa festa. Alguns casais não demoraram para ir embora e eu não sei exatamente porque, mas tenho um palpite: Falta de paciência! rs

Queridos, o foco da Voluptas não é o sexo imediato e mecânico de uma casa de swing; se essa a intenção de quem está chegando, sinto lhes dizer: Nunca será! rs

Adoramos sim sexo, mas depois de conversar bastante, curtir o clima, aproveitar a noite!

Óbvio que tem as excessões para os pais de plantão que devem voltar correndo pra casa. Acredite, entendemos! Temos 3!!! Em dia de festa, ficam com a vovó, mas em dia normal que a mamãe aqui e o papai quer curtir balada, a vovó fica de olho, e no dia seguinte mesmo chegando às 5, quando é 7 da manhã já estamos na "função pais do ano". Eu falo que minha pequena é um despertador ajustadinho que não tem modo soneca.

Os strippers foram embora, deu mais alguns minutos e a noite se transformou. Aquela suite pegou fogo. Tinha casal transando na banheira, na piscina, na cama externa, nas duas camas internas, no carro, na sinuca! Por onde eu andava via todos se entregarem. Alguns mais experientes conduzindo os novatos, alguns novatos conduzindo os experientes... E finalmente eu decidi me entregar em uma noite de prazer.

O Ed se deliciou com um dos casais mais queridos da Voluptas, e eu tive a oportunidade de tomar um banho ao estilo ménage feminino com um casal delicioso! Aquela ducha coletiva de seis chuveiros realmente nos instiga a fazer loucuras. Eu estava acabada fisicamente mas aquele casal dividia comigo uma intimidade tão gostosa que eu não pude resistir. Muitos estavam ao redor da piscina que dá acesso para o chuveiro, e eu tomava banho olhando pra todos como se fosse o Ed e eu no banheiro de casa. Essa liberdade é simplesmente um sonho realizado!

Fiquei praticamente 3 semanas de cama antes da festa com um quadro gravíssimo de sinusite e achei que só o Ed daria a festa da Voluptas. Eu realmente melhorei dois dias antes. Estou contando isso para vocês justamente para falar dos sentidos lá do título. Cheiros e sabores! Que falta me fizeram por quase um mês inteiro. Eu não diferenciava mais o sal do açúcar, o azedo do amargo, o cheiro bom do cheiro do cheiro ruim. Eu simplesmente estava me sentindo em um quarto escuro dos sentidos! Tive a sensação de estar até meio surda.

É desesperador você querer sentir e não poder. Eu comecei a comer até meu estômago doer na esperança de sentir algo. Eu passei fome comendo tudo a todo tempo! Fiquei praticamente 20 dias sem comer...

Você pode me questionar: - Mas você disse que comeu! Sim eu comi, mas comer vai além de ingerir alimento. É o prazer que o alimento te dá. Meus amores, pasme, água tem gosto e cheiro! Não sentir o gosto do pão, do vinagre, do vinho, do café... Quase entrei em depressão. Só chorava! Felizmente meus sentidos voltaram, mas eu pude perceber algumas coisas. É muito precioso nossos sentidos... nossa saúde. Nosso sabor pela vida!

Eu simplesmente não sentia mais o cheiro do Ed de banho tomado que eu tanto amo, nem o cheiro de bebê da minha pequena, por mais que eu me esforçasse! Eu passaria o resto da vida sem sentir gosto das coisas, mas sem sentir o cheiro principalmente dos meus amores realmente eu não conseguiria!

Estou contando isso para que entendam algo curioso que aconteceu comigo. Antes da festa eu combinei um código com o Ed. Eu pedi pra ele, para que se fossemos interagir, ele me avisaria se eu pudesse continuar, afinal eu não estava sentindo o cheiro de nada mesmo. Como eu teria referências se a pessoa que estou é higiênica, por exemplo? Além de confiar no Ed eu aprimorei minha visão e meu tato para que eu pudesse me salvaguardar, afinal isso é necessidade básica de sobrevivência. rs

Sem sentir cheiros ou gostos eu simplesmente me soltei de uma forma extra convencional. Quando eu vi eu já estava lá no meio aproveitando a noite como sempre quis fazer. Orgasmos fazem milagre. Quando eu gozei meu nariz simplesmente voltou a funcionar (não riam, é verdade). kkk Então eu pude perceber os cheiros, os sabores e me dei por mim, que o meu medo de interagir é minha paranóia com cheiros! Que loucura!!! Isso porque eu sou experiente hein...

Então meu recado para vocês é: Aproveitem seus sentidos e sintam o máximo que puderem! Eles enganam vocês e te fazem ter medo de algo que não é real (não estou dizendo daquelas situações onde as pessoas realmente não cuidam da higiene, o que não é o caso)!

Estou falando para não terem medo de sentirem beijos, abraços, novos toques... Como é precioso esse dom que vos é dado de graça! Parem de ingerir alimentos desesperadamente na intenção de sentir algo. Isso não é se alimentar!

Aproveite os detalhes e permita-se! Você pode sentir! Saboreie suas transas!

Depois da festa, que todos foram em bora eu tomei um banho... Me olhei no espelho e senti um contentamento enorme pela noite que passou. As mensagens de agradecimento que eu recebi de muitos amigos queridos, os abraços carinhosos de despedida e até o agradecimento da minha equipe de trabalho me fizeram sentir plena, livre e confiante para continuar e melhorarmos a Voluptas no que for preciso!

O Ed não resistiu vendo minha plenitude de costas, e bem... eu tive que fazer essa foto.

O restante eu deixo vocês usarem a imaginação! rs

Beijinhos e até breve!

Já disse hoje que eu adoro sentir vocês?

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram ícone social
  • Twitter Basic Square

contato@voluptasclub.com | +55 11 93714-3237

Voluptas Society | São Paulo © Todos os Direitos Reservados