Conceito de Swing atualizado com sucesso!

Definitivamente, a festa Matrix mudou alguns conceitos que a maioria tem sobre swing. Coloquei a foto acima de um momento que eu achei incrível na festa, que descreve bem a frase: juntos e misturados. O que mais me chamou atenção, foram as mãos de um casal, que no meio de toda aquela "misturada", se tocava, dizendo um ao outro: estou aqui! Fantástico; e vem bem a calhar com alguns fatos que presenciei nas semanas que antecederam a festa.

 

Acompanhei alguns momentos difíceis de alguns casais; o que eu costumo fazer com frequência. Acabamos fazendo uma grande amizade e alguns eu acompanho desde o primeiro passo, quando decidiram ir em uma das minhas palestras. Vamos notando a evolução da maturidade de casais e singles em nosso meio, e percebendo como é diversas as buscas. Realmente não existe padrão!

O que realmente me chamou atenção e me fez ter certeza, agora mais que nunca, é que no geral, pessoas são egoístas. Não evitam magoar aquela pessoa que abraçou as fantasias do casal e as ajudou a colocar em prática. Para quem acha que o swing tem relação com traição, eu deixo uma reflexão: Traição é falta de comprometimento, mas principalmente falta de caráter e empatia. Uma certa covardia; o que não impede uma pessoa de ser livre e buscar o que é melhor para si.


Todos são livres para buscar a felicidade e eu sou a maior apoiadora disso; mesmo que essa busca termine com o relacionamento. Acabam encontrando muitas vezes em outras pessoas que não nós, a felicidade; e temos que entender isso. O que não consigo respeitar, é alguém terceirizar a culpa para um cônjuge dedicado à felicidade do casal. Coragem! Assumam que foi a escolha de vocês!

Se apaixonar por single, seja homem ou mulher, que foi escolha do casal e dizer: - você colocou essa pessoa em nossas vidas é desleal! - além de atestar fraqueza de caráter. Gostar, sentir química e ter uma entrega verdadeira, não tem nada relação com assumir um relacionamento, salvo o casal tenha buscado uma relação de Poliamor.

Um copo cheio não tem espaço para mais água, assim como o coração não tem espaço para uma terceira pessoa.

 

Eu realmente estava triste antes da festa, porque sabia que não teria alguns casais conosco por problemas parecidos com esse que eu mencionei. O que mais me deixou triste é ver a culpa estampada nos olhos das pessoas, que se dedicaram ao máximo para proporcionar momentos de prazer AO CASAL, de forma transcendental. Não tinha como ir plenamente feliz, sabendo que amigxs passam por momentos difíceis. Mesmo assim, o dever me chama! Sorriso no rosto, foco na festa e vamos lá!

 

Rolou uma contagem regressiva na entrada de 3 casais que já esperavam na porta. Eu descia as escadas ouvindo a agitação do pessoal. Casal Grande Rio e Casal Rocks, se esbaldavam nos amassos e nos beijos. Eu simplesmente fui "laçada" pela sra. Rocks, que me deixou totalmente molhada com tantos beijos e carícias que me deu... Desculpe alguns ménages, mas ela realmente mandou melhor que muitos singles que estiveram comigo. Que beijos... que sedução! Obrigada por isso; eu realmente estava precisando para tentar mudar o clima das últimas semanas. Alguns reparavam que eu estava meio "down", apesar de eu tentar disfarçar ao máximo. Muitos perguntavam sobre o jogo dos cartões, mas dessa vez eu quis deixar as pessoas livres para fazer suas escolhas nessa festa. E eu me surpreendi muito! Vi singles e casais iniciantes interagirem e darem um primeiro passo no exibicionismo; casais experientes realizando trocas e ménages, banhos coletivos, conversas e sexo na jacuzzi até as 6 da manhã. (Casal Valeu que o diga né?) rs

 

Foi realmente um misto de tudo que já havia acontecido nas nossas festas, porém eu reparava que as interações estavam mais tímidas... Menos grupal, menos sexo, mas muito mais diálogo. Isso prova, que nem todo o dia estamos na vibe de sexo. Muitas vezes queremos mesmo é reencontrar amigos e achar neles o apoio que não recebemos do nosso meio social, afinal, você não pode chegar para sua "melhor amiga" e dizer: Meu marido se apaixonou pela single que fizemos um ménage à trois. Provavelmente ela vai dizer que a culpa é sua, assim como o marido que resolveu jogar para o alto um casamento onde a cumplicidade deveria estar sendo construída.

 

Conversando com o Ed sobre isso, cheguei a questioná-lo se isso seria possível entre nós: A Resposta foi clara: Não!  - Mas porque não?  - Porque não queremos outras pessoas! Queremos novas experiências, desde que estejamos juntos.

Isso é swing! Estarmos juntos como casal, como amigos que não se julgam e como pessoas livres! Por favor, não busquem o meio liberal para tentar salvar algo que não pode ser salvo!

 

Dou um recado especial para uma querida amiga. Colo abaixo um trecho da introdução do meu livro que será lançado em breve; eu dedico à você:

 

       "Claro que nem tudo é o ideal e mesmo achando um ponto central para minha paz interior, aprendi que viver uma vida em certo desequilíbrio faz parte de um equilíbrio natural. Reconquistei meu amor próprio e consequentemente o amor daqueles que estão ao meu redor. Lutar por si mesmo, faz com que tenhamos orgulho de nossa passagem neste plano e passamos a viver em harmonia com nossos sentimentos. Descobrindo o amor, descobre-se o verdadeiro sentido da vida. A verdadeira razão pela qual nós mortais nascemos e o entendimento claro e simples do porquê devemos um dia morrer. Amar é mais que dividir uma vida a dois, se relacionar bem com a família por simples laço consanguíneo ou compartilhar dívidas e prosperidades. É bem mais que ter alguém "só seu". Aprendi a olhar para mim e aprender de fato que a mudança que você espera na vida começa principalmente por você — e algumas vezes temos que nos afastar de pessoas tóxicas.

         Quando acreditamos cegamente em um ideal, nos agarramos a isso e não imaginamos a quantidade de mudanças que podem ocorrer para melhor, se nos livrarmos de amarras. Se desprender é a melhor alternativa; se conhecer é a melhor alternativa.

         Eu tive meus momentos de rebeldia e autoafirmação, mas todos os meus erros e permissões fizeram com que eu me tornasse a pessoa que tanto amo hoje. Conheci nesta jornada pessoas maravilhosas com incríveis diferenças. Aprendi o significado de preconceito e pude perceber o quanto era preconceituosa com o que era alheio às minhas convicções. — Foram amigos libertadores.

         Que estes sentimentos que aqui escrevi possam ser divididos com você, mas espero primeiramente que você, assim como eu, ache a paz interior e a paz real. Que depois de ler tudo, possa olhar para si mesmo e ver que o seu maior rival não é ninguém mais que você mesmo. Talvez você veja que o que falta para ser feliz é fazer-se feliz. — e libertar-se de “ilusórios amores” e “amigos imaginários”. Aprender a viver livremente sem me importar com as punições de crenças alheias e muitas vezes minhas próprias, me fez descobrir um lifestyle sustentável — Infelizmente ao ser autêntica, alguns relacionamentos podem ser perdidos.

          Não importa o que acontecer, o amor (próprio principalmente) é a única chave para a felicidade. É o único que te dará respostas e mostrará o caminho que você deve seguir. É o único que acaba com guerras e cura f