Dominatrix; a noite que a Voluptas deixou-se dominar!

 

 

Estou anestesiada até agora! Que festa "do caralho"! Não tem outra definição para essa noite!

 

A festa começou para mim um pouco antes, quando escrevi o "Prefácio da Dominatrix", querendo chamar a atenção dos membros da Voluptas para a realidade dos meus sentimentos. E não é que fui surpreendida? Praticamente todos lá na festa leram e entenderam o significado de sociedade em estado gregário. E o que todos mais fizeram nessa noite foi contribuir com o bem estar coletivo. A Voluptas caminha para a perfeição de sociedade liberal! Estamos nos tornando uma linda família cheia de diversidade, bom senso e libido. Os membros novos que estão chegando já vem com o intuito de aprender, observar e agregar. Mais perfeito que isso impossível!

 

A noite começou leve, com muita conversa gostosa e risadas. Todos em volta da piscina formando grupos de conversas, onde casais e singles mais antigos na Voluptas davam atenção aos que estavam indo pela primeira vez em nossa festa. Todos dedicados a apresentar nosso conceito e a apresentar-se também! Só não conversou quem realmente não quis. O serviço de jantar foi excelente! Como disse a Sra. Rocks, eu também nunca tinha comido tanto em uma das festas da Voluptas. Precisei mudar a equipe de trabalho e deu super certo. Uma enorme diversidade de canapés, saladas, jantar, frutas e trufas.

 

Todos chegaram em um ótimo horário. Até as 23h30, 90% dos membros da lista estavam na festa. A playlist foi bem variada intercalando pop, dance e funk. Eu estava sentada próxima a lareira dando uma descansada nos pés, quando de repente começa a tocar: "- essas malandras... assanhadinhas, que só quer vrau, só quer vrau" Na hora eu pensei que todo mundo ia odiar. Quando olho para a entrada da sala, vem chegando um trenzinho de membros vindos do quintal em fila e tomaram a sala toda girando, cantado, pulando e rindo ao ritmo do funk. Juro que não esperava por isso! kkkk

Vocês são realmente uns bagunceiros! 

Para surpreender a todos, o CasalLulu deu um show de sensualidade e poder antes do jogo dos cartões. Toda a Voluptas de uma beira da piscina, e eles dominando o outro lado, fazendo de palco para um show que nos arrepiou do inicio ao fim. Na primeira cuspida de fogo que a Lu deu, mostrou para todos o que essa festa representaria para a maioria dos que ali estavam conosco.

 

Após o show incrível fomos para a sala, próximos a lareira fazer o jogo dos cartões; que jogo mais delicioso! Quase todos participando livremente. Rolou umas pegações incríveis e eu fiquei nua por completo (só me ferro)! Fui tirada nas cartas pra ficar nua, mas também banquei a dominatrix. Quando ele disse: -Pode tirar tudo rainha, eu emendei de forma dura um: - Senta aí então, porra! Já que é pra tirar, deixa eu tirar com estilo!  Peguei o gato e sentei ele na tantra chair vermelha que estava no centro da sala. Tirei a roupa, mas esfregando meus seios e meu quadril nada pequeno nele. Ali, eu já acendi!  Acho que de todos os jogos, uma grande maioria ficou "peladitos". Adoroooooo! O jogo foi muito quente e ajudou uma boa parte se conhecer e se soltar para um primeiro contato com o meio liberal. Um beijo, um amasso e um toque, faz toda a diferença para uma iniciação. O jogo foi sensual e extremamente engraçado. 

 

Jogo acabou e não deu 10 minutos, somente pouquíssimas pessoas ficaram no piso térreo. A maioria subiu para os quartos, inclusive nós. Subindo as escadas a direita, logo no primeiro quarto, víamos a silhueta do Casal Malu e Edu fazendo um ménage próximo a varanda com o Nando, um single gatíssimo. O Edu a penetrava enquanto ela fazia um oral delicioso no single. Fui para outro quarto onde o toque é proibido entre outras pessoas, ou seja, só o próprio casal pode interagir; é um ótimo quarto para quem ainda não esta pronto para interação mas quer se exibir. Dois casais faziam sexo, cada um em uma cama de casal. Eles também aproveitavam o clima...

 

Fui então para o terceiro quarto da direita. Não tinha espaço! Tinha cerca de 3 casais em cada cama, com singles F interagindo, todos! Toques, beijos, oral... Simplesmente uma liberdade incrível de tirar o fôlego!

Eu e o Ed interagimos bastante aquela noite. Ele interagiu comigo e mais duas singles F maravilhosas, eu interagi com um single no meio da noite, e ao final da festa me deliciei em uma transa quente com o Bombeiro, que pra variar, sempre manda muito bem! Nós três temos uma química, não tem jeito! 

 

No jardim de inverno um casal fazia um ménage, enquanto outros assistiam.

No quarto grande à esquerda, por diversos momentos lotou. Foi o maior grupal que eu já tinha visto! Mas não foi qualquer grupal; foi um grupal com gemidos suaves, beijos e carícias. Entrega verdadeira! Prazer verdadeiro!

 

Alguns casais perderam a "virgindade" aquela noite, e vieram me agradecer. A alegria deles era tanta, que o esposo dela, pediu licença para o Ed e deu o maior selinho nele dizendo: -Cara, obrigado! Nós realmente amamos vocês! Acreditem quando eu digo que a recíproca é verdadeira!

 

É isso! Vocês entenderam que quem faz a festa é vocês! Todos dispostos e prontos para a felicidade. Parabéns Voluptas por essa noite inesquecível que ficará marcada para sempre em minha memória e coração.

 

Como diz nessa música Burn, da Ellie Goulding: (Clica e dá play)

"Nós não temos que nos preocupar com nada, porque nós temos o fogo.

E estamos queimando bem pra caramba. Eles, eles vão nos ver do espaço sideral,como se a gente fosse as estrelas da raça humana"

 

E nós somos as estrelas da raça humana. Somos um exemplo de verdade, felicidade, respeito, consenso e sensatez! Somos pessoas que inspiram o mundo!

 

Elas me chamam de rainha, mas quem reina a noite todas são elas! Parabéns meninas! Arrasaram!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Como não sentir ciúmes do parceiro no swing?

September 3, 2018

1/1
Please reload

Posts Recentes