Prefácio da Carnevale di Venezia | 2020

February 4, 2020

   Olá queridos Voluptianos.

Espero que tenham tido ótimas férias!

 

   Finalmente está chegando nossa festa mais imponente, que por sinal já é símbolo da nossa sociedade. Todo o ano vamos para Veneza e desta vez será em um lugar incrível. Para os que ainda não tiveram oportunidade de conhecer, aproveitem a vista não só da região, mas também o desfile de máscaras. Elas são inspiradoras não é mesmo?

 

   Do crepúsculo à aurora estaremos juntos em uma jornada incrível de descobertas, risos, danças e excitação; de fato um ritual de celebração à vida! E não tem como ser mais grata por compartilhar essas grandes sensações com cada um de vocês. Cada festa é única e cada lembrança que tivemos até hoje é memorável. 

 

   Para os recém chegados na Voluptas, uma breve explicação. Como de costume em festas grandes eu costumo fazer um prefácio; prefiro não chamar de orientação, pois eu acredito que a maioria que entra em nossa sociedade, o faz, pois notou que ela é realmente diferente de tudo o que vocês já conheceram; prefiro dizer que é uma reflexão, talvez.

Nosso crescimento exponencial se dá justamente ao fato de todos estarem atentos cada vez mais a detalhes que se fazem muito importantes para a evolução sadia da sociedade; fazendo isso nos tornamos sólidos como sempre tem sido.

 

   Aos recém chegados:

   Usem a máscara mas tirem ela! E não falo da máscara decorada de brilhos e lantejoulas; falo da máscara que colocaram em vocês todos esses anos. Não sintam vergonha de quem são hoje e nem de estarem lá! Tenham orgulho da participação de vocês nessa festa pois vocês estão no topo da lista da evolução humana. Não há o que temer, além de ser uma oportunidade para poucos.

Sabemos que é conflitante os sentimentos da primeira vez, e os veteranos da Voluptas podem dizer bem sobre isso; eles com certeza, mesmo com o passar dos anos, se lembram de forma vívida o frio que sentiram na primeira vez que entraram em nossas noites secretas. Bem vindos à um novo universo, à um conto de fantasia e a um doce mistério... À um filme que vocês sempre quiseram viver; portanto aproveitem de forma livre e espetacular.

Sexo pode acontecer ou não; A noite de vocês deve ser maravilhosa com ou sem ele. Reduzam a expectativa para o sexo e aumentem as possibilidades dentro da cabeça de vocês para conhecer uma nova maneira de viver o sexo.

 

   Que vocês consigam enxergar dentro da Voluptas o que ela realmente é desde que a criamos; um oceano de diversidade e comprometimento. Conheçam, dialoguem e multipliquem o respeito entre nós. Venham para somar e não para dividir. Venham para alegrar e para fazer-se feliz!

Que fique claro que nenhum de nós pega ninguém pela mão para o sexo e não temos obrigação alguma de iniciar ninguém no universo do swing. Na Voluptas ele é resultado de um esforço coletivo de conquistas, paqueras e olhares. Onde todos podem conversar e ter a certeza que isso não será obrigação para o sexo, portanto, não tenham medo de conhecer e fazer-se conhecido. Podem usar outros nomes, podem mudar a profissão e podem ser quem quiserem nessa noite que estarão se mostrando para nós; só não pode achar que somos um emaranhado de obrigações. Portanto, olhem com respeito, se questionem se deveriam e usem de empatia. Não façam aos demais o que não gostariam que fizessem com vocês, inclusive com nosso staff; eles estarão lá para nos servir, mas nós serviremos a eles primeiro com respeito, honra e dignidade, inclusive respeitando o ambiente que estarão, que afinal tem um dono e uma história. 

 

   Na Voluptas temos um lema: caiu no chão nós pegamos! Isso vale para o orgulho... Não levem nada para o lado pessoal...

   Recolham suas obrigações; desde preservativos até seus julgamentos. Lá vocês verão coisas que podem mexer com a libido e a filosofia de vida de vocês. Desprendam-se de preconceitos e sejam cordiais uns com os outros. Não obrigue nossas colaboradoras terem que recolher do chão, lembranças da noite de sexo de vocês; elas não precisam e não devem. Nossa equipe está trabalhando pois tem uma família em casa para sustentar; pense nisso quando resolver não dar a devida importância para pequenos detalhes que são relevantes para nós.

 

   E se alguém reconhecer vocês, o que é a maior dúvida de todos? Relaxem e curtam a noite. Vocês agora estão no mesmo barco navegando por águas desconhecidas, e como uma irmandade nos daremos a mão no sigilo, no anonimato e nas boas lembranças.

Que o respeito, a harmonia, a paz e a libido preencham nossos corações nessa noite de Carnevale!

 

   Aos Veteranos:

   Sejam irrepreensíveis! A Voluptas só existe por causa de todos vocês, portanto, não esqueçam de continuar fazendo o que sempre fizeram, e fazem de melhor: receber!

Lembre-se de quem nós somos, de onde chegamos e do porque entraram na Voluptas... Respeitem nossa história e não se vangloriem por ela... Usem-na para mostrar que os recém chegados fazem parte da nossa família, vocês bem sabem sobre o que eu estou dizendo.

Estou cada dia mais orgulhosa de vocês.

 

   Aos Singles Masculinos:

  Sejam tranquilos e conversem antes de querer transar. Sintam que estão sendo bem vindos sexualmente, antes de agir. Espero que entendam que não somos uma casa de swing e não toleraremos abusos de forma alguma. (Não gostamos de pessoas que colocam a mão em nós sem antes nós pedirmos para que isso aconteça, seja com palavras ou com o olhar) Façam-se desejáveis e não alimentem situações desagradáveis, pois ninguém lá é obrigado a nada, inclusive vocês!

 

   Casais:

Respeitem os singles e outros casais que estiverem conosco e deixe claro a intenção de vocês. Ninguém carrega no bolso poderes de adivinhação e não somos de forma alguma objetos sexuais de ninguém; brinquedo erótico nós compramos em Sex Shop!

 

   Singles Femininas:

Observem os desejos dos casais e seus próprios. Estarei lá com vocês!

 

Faltando 24 horas para o início da nossa noite vocês receberão as demais informações, fiquem tranquilos!

 

Antes de finalizar deixo um presente para vocês:

 

 

La Sereníssima foi o nome da República de Veneza na época do Renascentismo. Muitos viajantes celtas que percorriam o caminho entre a Irlanda e La Sereníssima levavam consigo uma oração:

 

"Que jamais, em tempo algum, o teu coração acalente ódio.
Que o canto da maturidade jamais asfixie a tua criança interior.
Que o teu sorriso seja sempre verdadeiro.
Que as perdas do teu caminho sejam sempre encaradas como lições de vida.
Que a musica seja tua companheira de momentos secretos contigo mesmo.
Que os teus momentos de amor contenham a magia de tua alma eterna em cada beijo.
Que os teus olhos sejam dois sóis olhando a luz da vida em cada amanhecer.
Que cada dia seja um novo recomeço, onde tua alma dance na luz.
Que em cada passo teu fiquem marcas luminosas de tua passagem em cada coração.
Que em cada amigo o teu coração faça festa, que celebre o canto da amizade profunda que liga as almas afins.
Que em teus momentos de solidão e cansaço, esteja sempre presente em teu coração a lembrança de que tudo passa e se transforma, quando a alma é grande e generosa.
Que o teu coração voe contente nas asas da espiritualidade consciente, para que tu percebas a ternura invisível, tocando o centro do teu ser eterno.
Que um suave acalanto te acompanhe, na terra ou no espaço, e por onde quer que o imanente invisível leve o teu viver. Que o teu coração sinta a presença secreta do inefável!
Que os teus pensamentos e os teus amores, o teu viver e a tua passagem pela vida, sejam sempre abençoados por aquele amor que ama sem nome.
Aquele amor que não se explica, só se sente. Que esse amor seja o teu acalento secreto, viajando eternamente no centro do teu ser.
Que a estrada se abra à sua frente. Que o vento sopre levemente às suas costas.
Que o sol brilhe morno e suave em sua face.
Que respondas ao chamado do teu Dom e encontre a coragem para seguir-lhe o caminho. Que a chama da raiva te liberte da falsidade.
Que o ardor do coração mantenha a tua presença flamejante e que a ansiedade jamais te ronde.
Que a tua dignidade exterior reflita uma dignidade interior da alma.
Que tenhas vagar para celebrar os milagres silenciosos que não buscam atenção.
Que sejas consolado na simetria secreta da tua alma.
Que sintas cada dia como uma dádiva sagrada tecida em torno do cerne do assombro.
Que a chuva caia de mansinho em seus campos... E, até que nos encontremos de novo...
Que os Deuses lhe guardem na palma de Suas mãos.
Que despertes para o mistério de estar aqui e compreendas a silenciosa imensidão da tua presença.
Que tenhas alegria e paz no templo dos teus sentidos.
Que recebas grande encorajamento quando novas fronteiras acenam.
Que este amor transforme os teus dramas em luz, a tua tristeza em celebração, e os teus passos cansados em alegres passos de dança renovadora.
Que jamais, em tempo algum, tu esqueças da Presença que está em ti e em todos os seres.
Que o teu viver seja pleno de Paz e Luz!"

 

 

Que seja um sonho... que seja a melhor lembrança; que juntos possamos vivenciar uma noite mágica cheia de alegrias e possibilidades! Dancem, se soltem e sejam plenos nessa noite que Veneza foi preparada somente para vocês. Vocês são a materialização do meu sonho, e lá eu estarei para aplaudir o crescimento de cada um de vocês.

 

Beijos

 

Camila Voluptas | Idealizadora

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque