• Camila Voluptas | Dama de Espadas

"Deixa os gay ser gay"



Ontem eu li uma frase da Simone de Beauvoir que diz: querer ser livre é querer que os outros sejam livres também.

Fiquei passada, ontem, quando recebi mensagens de ataque por causa de um desenho que postei e me fiz uma pergunta:

Como alguém que se diz liberal, segue conteúdo liberal, frequenta (ou deseja frequentar) casas de swing, se choca quando eu falo um dos meus fetiches; o bi-masculino.


É de uma incoerência e hipocrisia tão grande que faltam-me palavras para responder os ataques. Preferi excluir os comentários e bloquear as pessoas, até porque meu perfil não é palanque de voz para homofobia.

Entendam: nós opinamos sobre coisas e não sobre a vida das pessoas. Opinião não pode ser disfarçada de preconceito.


Sabe aquela frase que atribuíram erroneamente a Voltaire:

"Eu discordo do que você diz, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo”? Baita mancada dizer que o cara falou isso. Sua liberdade de expressão deve se resumir somente a sua vida. Eu sou! Eu gosto! Eu faço! Eu não faço! Quando você diz que elx não deveria fazer, acabou seu direito de expressão.


No universo liberal cada um tem sua própria personalidade, desejos e fantasias, e nesse caso, o princípio da sabedoria é não opinar sobre algo que não te cabe. Quando falamos de diversidade não estamos querendo que todas as pessoas se tornem o que somos, mas que aprendam a respeitar nossas vidas.


Ao falarmos de diversidade estamos falando exclusivamente sobre respeito. "Ah, mas postagens assim induzem as pessoas". Quantas vezes você viu alguém saltar de paraquedas? Agora me responde: Quantas vezes você saltou?


Vou citar uma frase do Mc.Catra:

"Deixa os gay ser gay, deixa os gordos comer, deixa as mina dar, deixa eu ter meus filhos. Deixa as pessoas."

Art: @kevin_kct